Como cuidar de cactos

Os cactos tem virado tendência devido à sua beleza e características peculiares como a rusticidade e seus diferentes formatos. Apesar de serem plantas bastante resistentes, para cuidar de cactos é preciso entender algumas de suas características.
como cuidar de cactos em casa

O que são Cactos?

Os cactos são nativos das Américas. Existem aproximadamente 1.600 espécies de cactos no mundo. Devido aos diferentes ambientes que eles habitam, desde terras secas até florestas úmidas, os cactos evoluíram na forma e na fisiologia, de modo que, hoje apresentam traços especiais que fazem deles plantas com aparência distinta e de uma beleza bastante rara.

Sua fama de plantas fáceis de cuidar, se dá pelo fato de resistirem muito tempo à falta de água.

Opuntia Microdasys

Dicas para cuidar dos cactos de maneira correta

1. Regagem

regar cactos

A maioria dos cactos conseguem ficar sem água por bastante tempo. Mas isso não quer dizer que não precisamos saber a frequência e a quantidade ideal para eles.

Regar cactos parece uma tarefa fácil, mas alguns cuidados precisamos ter. Há um provérbio que diz “cactos morrem por excesso de água, mas não por sua escassez”. Portanto, cada tipo de cacto requer um suprimento de água e frequência de regas diferentes.

Muitas coisa irão depender para saber o momento da rega como o clima, o tipo de planta, o substrato e o tamanho do vaso. Normalmente se trabalha com três frequências: uma vez por semana, a cada quinze dias e uma vez por mês. Mas eu vou dar umas dicas de como saber se a plantinha precisa de água.

  1. Coloque um pedaço de pau no solo (cuide para não machucar a raiz do cacto!). Retire-o e verifique o nível da umidade.
  2. Plantas muchas é sinal de baixo nível de água.

OBS: Plantas recém envasadas não devem receber água de imediato. Isso nós chamados popularmente de “cura”, para que eventuais machucados cicatrizem.

2. Luz

A maioria das pessoas, pelo menos aqui no Brasil, não terá problema com isso. O cacto é muito resistente a luz solar e se a sua planta pega sol o dia inteiro, isso é algo muito bom.

cuidado dos cactos

Caso você more em apartamento ou em lugares que não tem grande incidência solar, há algumas luzes artificiais que podem ajudar. As lâmpadas fluorescentes são uma opção, pois fornecem bastante luz.

As desvantagens são que estas lâmpadas fornecem pouco calor, e têm de ser colocadas a uma distancia máxima de 10-30 cm por cima dos cactos. Outra alternativa são as lâmpadas de halogéneo, que fornecem muito mais calor. As luzes HPS (High Pressure Sodium) são excelentes, mas acabam consumindo bastante energia elétrica.

3. Substrato

Se você ainda não está familiarizado com os termos, o substrato é uma mistura de produtos que tem como objetivo não reter umidade. Esse solo é utilizado para a produção de mudas.

As misturas de substratos podem variar bastante. Vou te passar o que eu utilizo e que é a mais indicada para plantar cactos (Esse meu mix de ingredientes foi feito a base de muito estudo!)

  • 10% de brita fina
  • 25% de argila
  • 25% de arreia grossa
  • 40% de matéria seca (20% de carvão vegetal triturado + 20% de húmus de minhoca ou esterco de gado)

Como eu falei antes, temos as mais variadas mistura possíveis. Essa acima serve para 90% do cactos. Caso você não queira ter esse trabalho todo de misturar o solo, há substratos vendidos que já vem com tudo pronto!

4. Vaso

Vasos de cactos

Outra questão importante é a escolha dos vasos, que podem ter influência sobre a drenagem do terreno e consequentemente, no desenvolvimento da raiz e da planta.

O material do vaso é algo a se levar em consideração. Vasos de cimento e/ou argila absorvem água. Ou seja, as plantas irão “brigar” com o vaso para ver que absorve mais água. Isso fará com que o intervalos entre as regagens sejam menores.

Já os vasos de material de plástico podem causar o acúmulo de água e a proliferação de algas e fungos. É importante em vasos desse material terem orifícios, para que o excesso de água seja drenado.

Hoje em dia não é difícil comprar vasos bons e com tudo o que precisamos: material de qualidade e com furos de drenagem.

Como plantar cactos

1. Escolha o vaso

Normalmente compramos cactos e queremos replantá-los em algum lugar mais bonitinho.

Caso você tenha interesse na propagação deste cacto, o ideal é que o vaso atual seja maior que o anterior. Com mais espaço a planta poderá se expandir com maior facilidade.

Certifique-se que o vaso atual tenha um furo de drenagem. Isso porque a água precisara escorrer de alguma forma.

OBS: nossa recomendação é vaso de cerâmicas. são ótimos para absorver a água.

2. Coloque pedras para a drenagem

Você vai precisar colocar no fundo do vasinho algo que ajudará a drenar a água! Pequenas pedras ou bolinhas de argila são a melhor escolha. Coloque poucas, apenas para tampar levemente o fundo do vaso e assim “sustentar” a areia que virá a seguir.

3. Encha de terra pela metade

Agora você já pode colocar no seu vaso com o famoso substrato (se tiver dúvidas sobre isto, não deixe de ver a nossa página com todas as dicas de terra). Mas lembre-se que por enquanto estamos enchendo até a metade.

Após isto, faça um pequeno buraco (com a mão mesmo) para ter espaço para o seu cacto entrar.

4. Coloque o cacto

Coloque a planta de forma que se acomode no buraco e que esteja bem protegida com a terra.

5. Preencha o pote até o topo

Agora basta preencher o seu vaso até a altura que você considere ideal. Ela não pode transbordar a terra mas também um nível muito baixo irá prejudicar a planta. Tente mais ou menos seguir a altura da foto abaixo.

6. Coloque pedras brancas

Esse toque especial deixará o seu cacto mais charmoso!

Tipos de cactos

Vou te deixar com alguns dos tipos de cactos que eu acho lindos! Pode te servir tanto para te inspirar quanto para escolher qual modelo comprar/cultivar.

Lindas não!?

Vou colocar uma breve descrição de cada uma:

1 – Astrophytum ornatum: Também conhecido como Cacto pedra. Para cuidar corretamente, deve-se por sementes na primavera ou verão.
2 – Epithelantha micromeris: Popularmente conhecida como Cacto de botão;
3 – Hatiora salicornioides: Consegue alcançar até 2 metros de comprimento.
4 – Mammilaria decipiens: Seu nome popular é cacto “ninho de passarinho”.
Realmente parece um ninho. Você pode propagar este cacto por sementes ou mudas laterais.
5 – Rhipsalis baccifera: O cacto macarrão é lindo para se usar como um pendente
6 – Sulcorebutia rauschii: São cultivados em em meia sombra.


Quer saber absolutamente tudo sobre cactos? Não deixe de conferir a nossa apostila completa. Ali você terá mais dicas como:

  • Conceito do que são cactos;
  • Principais cuidados: escolha dos vasos, adubação, irrigação e iluminação;
  • Dicas para plantio em vasos;
  • Dicas para plantio em jardins;
  • Principais pragas e tratamentos;
  • Propagação por sementes e estaquia;

Consegui te ajudar a entender melhor como cuidar de cactos? Deixe seu comentário/dúvida/opinião! Teremos o prazer de te ajudar!

Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notify of